Detalhes

Detalhe é um pedaço. De um pensamento. De uma atitude. De um fazer. Quase sempre, um pedaço bem pequeno. Ou até muito pequeno. Mas, um detalhe não é coisa menor. Pode até ficar grande. Muito grande. Imenso. Como são os detalhes de certas pinturas. Ou esculturas. Mãos. É bom começar

Continuar lendo

Ovos que não viram omeletes

O ovo é um símbolo universal de nascimento e criação. Esse símbolo está associado com a gênese do mundo por meio do “ovo cósmico”, ou seja, aquele que carrega o potencial da vida, a imagem do mundo e da perfeição. Neste post, ovos de Fabergé, ovos de Brennand e alguns

Continuar lendo

Memórias de bronze (Parte II)

É sabido que a cidade do Rio de Janeiro apresenta mais de 700 estátuas. Saindo da orla marítima da cidade do Rio de Janeiro, e tendo por base homenagens a personagens artísticos da segunda metade do século XX, vale a pena destacar mais seis estátuas de bronze. Noel Rosa (1910-1927)

Continuar lendo

Memórias de bronze (Parte I)

E assim, em um dia simples e de puro encantamento, passeando pela orla marítima do Leme ao Leblon, eis que surgem sete personagens de bronze… Clarice Lispector (1920-1977), uma das mais conhecidas escritoras brasileiras, é a primeira a surgir. Instalada na orla do Leme desde 14.05.2016, a estátua foi criada e produzida

Continuar lendo

A arte cinética de Theo Jansen

A arte cinética ou cinetismo surgiu em Paris nos anos 50 e, como o próprio nome indica, determina uma arte vibrante e dinâmica que possui como principal característica o movimento, em detrimento do caráter estático da pintura e da escultura. Embora tenha sido Marcel Duchamp (1887-1968) o criador da arte cinética, Alexander

Continuar lendo

Artistas, mulheres e sombras

Ao escrever meu último post, “Modigliani e o amor de Jeanne Hébuterne“, me veio a ideia de escrever sobre artistas mulheres que foram mulheres de artistas homens e, por isso mesmo, tornaram-se meras sombras de seus homens. Ou quase isso. Inicio pela própria Jeanne Hébuterne (1898-1920). Tendo sido mulher de Amedeo

Continuar lendo

Transparências marmóreas

O mármore é uma das rochas mais duras que existem no planeta (mineral de dureza 3 na escala de Friedrich Mohs). Por outro lado, esculpir com mármore não permite adição, ou seja, a peça é realizada removendo pequenos pedaços. A partir de um bloco, tudo o que não faz parte da figura é removido.

Continuar lendo

Patricia Piccinini: rejeição e afeto, nessa ordem

Em poucos minutos, a rejeição ao olhar se transforma em afeto no coração. Vontade de tocar. De ficar junto. De deixar cair as lágrimas. Patricia Piccinini (1965) é uma artista que trabalha com uma grande variedade de mídia, incluindo pintura, vídeo, som, instalação, impressões digitais e escultura. Desde o dia 12.10.2015 até 04.01.2016 estará

Continuar lendo

Picasso escultor

Pablo Picasso (1881-1973), fundador do cubismo, é uma dos maiores nomes da pintura do século XX. Mas, desde o dia 14 de setembro de 2015 até 17 de fevereiro de 2016, o Museu de Arte Moderna de Nova York – MoMA está expondo 140 obras do escultor Pablo Picasso, realizadas

Continuar lendo

Algumas gotas de cinco fontes romanas

Em se tratando de monumentos, quando se fala em Roma, lembramos logo de quê? Coliseu, Capitólio e… fontes! Não se sabe ao certo, mas parece que existem mais de 2000 fontes em Roma.  Mas como surgiram as fontes romanas? As cidades antigas eram geralmente construídas perto de onde havia muita água,

Continuar lendo