Arte a partir de livros

Ah, os livros! Fonte de nossa alma, onde sempre podemos beber, seja com sofreguidão ou delicadeza, os pensamentos de nossos pares… Hoje conheci mais um artista. Mike Stilkey. Um artista californiano que cria sua arte ao amontoar e pintar livros. Como assim? Ele não lê os livros? Não sei. Só sei

Continuar lendo

As cinzas do Museu Nacional

Na noite do dia 2 de setembro de 2018, o Museu Nacional, no Rio de Janeiro, ardia em chamas.  O fogo destruiu quase a totalidade do acervo histórico e científico construído ao longo de duzentos anos, com cerca de vinte milhões de itens catalogados. O que se faz após uma

Continuar lendo

Weiwei e as raízes da liberdade

Ai Weiwei nasceu em 1957. É um artista chinês, designer arquitetônico, artista plástico, pintor, comentarista e ativista social. Na Arquitetura, ele Ai Weiwei foi o assessor artístico na construção do Ninho de Pássaro – Estádio Nacional de Pequim – onde foram celebrados os Jogos Olímpicos de Pequim de 2008. Como

Continuar lendo

Nossa Senhora Aparecida

Nossa Senhora. Nossa Senhora Aparecida. Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Padroeira do Brasil.  E também das grávidas e recém-nascidos, dos rios e mares, do ouro, do mel, da beleza, dos rodeios, dos peões e dos vaqueiros. Tudo isso sendo mulher. E negra. Muitos foram os artistas que representaram esta mulher. A mais

Continuar lendo

Velásquez e o Museu do Prado

O foco de hoje é a Espanha. Diego Rodríguez de Silva y Velázquez (1599-1660) foi um pintor espanhol e principal artista da corte do rei Filipe IV de Espanha. Era um artista individualista do período barroco contemporâneo, importante como um retratista. A este respeito, alguns críticos o consideram o maior

Continuar lendo

Primavera de flores e versos

É na primavera que o ciclo recomeça. Que o tempo vira criança. Que a luz clareia a angústia. Que a alma se percebe plena. Não é nada difícil escrever sobre a Primavera. Basta que tenhamos flores e versos. Ou poesia sem versos. Dá no mesmo. Comecemos por Cecília. A Meireles.

Continuar lendo

Os carretéis de Iberê

Iberê Camargo (1914 – 1994), pintor gaúcho, é um dos grandes nomes da arte brasileira do século XX.  É autor de uma obra extensa, incluindo pinturas, desenhos, guaches e gravuras. Mudou-se para o Rio de Janeiro em 1942 e lá viveu por 40 anos. Sem dúvida, o tema mais recorrente

Continuar lendo

Djanira, o Chagall dos trópicos

Djanira da Motta e Silva (1914-1979) foi uma pintora, desenhista, ilustradora e cenógrafa brasileira. Nasceu em Avaré, São Paulo e passou por Santa Catarina, antes de voltar para a sua terra natal. No final da década de 1930, Djanira contraiu tuberculose e foi se tratar em Campos do Jordão. Em 1939,

Continuar lendo

Museu Nacional e Notre-Dame de Paris: partes de uma alma triste

Na Semana dos Museus, resolvi ficar triste. Não foi uma decisão difícil. Foi só lembrar de duas tragédias. Imensas. Ocorridas em algumas horas de dois dias específicos. Pois as outras, não tão devastadoras, acontecem todos os dias. Todas as horas. Localizado na Quinta da Boa Vista, Rio de Janeiro, o 

Continuar lendo

Selos de pintores brasileiros

O Brasil foi o segundo país a emitir um selo, em 1843, o célebre Olho de Boi. Em 1840, a Inglaterra emitiria o Penny Black, o primeiro selo postal do mundo. Como falamos de Arte, resolvi escrever sobre selos de pintores brasileiros. Achei que iria encontrar centenas. Mas só encontrei

Continuar lendo